segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Fortalecendo o Ecoturismo Regional e Roteiro Integrado no Curso de Formação de Monitores Ambientais do Parque Nacional das Emas

Atividade Prática (Boia-cross) do II Módulo do Curso de Formação de Monitores do Parque Nacional das Emas.
Foto: Steigle Santos de Oliveira
No período de 30 de setembro a 02 de outubro/2011 o Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo juntamente com o Parque Nacional das Emas (PNE) realizaram o II Módulo do Curso de Formação de Monitores Ambientais do Parque, intitulado “Ecoturismo em Unidade de Conservação e Atividades Profissionais Relacionadas”, ministrado pelas turismólogas Flávia Néri e Ana Carolina Seixas do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL). O módulo contou com o apoio da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (FUNDTUR), IMASUL, Associações de Guias e Monitores Ambientais e Prefeituras dos municípios de entorno do Parque Nacional das Emas, que incluem municípios do Estado de Mato Grosso do Sul e de Goiás (Costa Rica-MS, Chapadão do Céu-GO, Mineiros-GO e Serranópolis-GO).

Os participantes tiveram a oportunidade de mergulhar no universo das Unidades e Conservação (UCs) e compreender as peculiaridades do ecoturismo que pode ser exercido nessas áreas, em especial no Parque Nacional das Emas. As ações desenvolvidas neste módulo envolveram a análise descritiva e exploratória das modalidades ecoturísticas praticadas no Parque quanto aos objetivos, características físicas e abrangência, infraestrutura, equipamentos necessários, qualificação do staff, investimento necessário, pontos positivos e negativos. Os produtos ecoturísticos avaliados constituíram-se de Boia-cross, Trilhas Interpretativas e Contemplativas e Safari Fotográfico no Circuito Bioluminescência.


O curso que é dividido em 15 módulos vem promovendo conhecimento e reconhecimento de áreas potenciais para o desenvolvimento do ecoturismo na região como alternativa de uso indireto e sustentável dos recursos naturais do Cerrado. A busca pela concretização de um roteiro integrado entre a Rota Norte de Mato Grosso do Sul e a Região Agroecológica de Goiás, ambas com Área-núcleo constituída pelo Parque Nacional das Emas, é um dos anseios do grupo envolvido nessa formação. Além de qualificar monitores ambientais para receber visitantes ao PNE, o curso se soma à comemoração dos 50 anos de criação do Parque Nacional das Emas.

Estudar é preciso!
Foto: Simone Mamede

Marcando ponto!
Foto: Simone Mamede

À tortuosidade do Cerrado.
Foto: Simone Mamede

À espera do dia, mais um dia!
Foto: Simone Mamede


Caminhos do Cerrado.
Foto Simone Mamede


A caminho do Formoso.
Foto: Flávia Neri

Ministrantes do Módulo II
Foto: Simone Mamede

Interpretando Imagens.
Foto: Simone Mamede

A união dos pés faz a força!!!
Foto: Flavia Neri

Equilíbrio
Foto: Flavia Neri

Corredeiras do Formoso
Foto: Steigle Santos de Oliveria

Foto: Steigle Santos de Oliveria

De volta à teoria...
Foto: Steigle Santos de Oliveria

Interpretação de Trilhas
Foto: José Dias Carvalhaes (Zé Carioca)

Estudando Enseadas x cobras de vidro (Manoel de Barros)
Foto: José Dias Carvalhaes (Zé Carioca)

Em busca da Bioluminescência
Foto: José Dias Carvalhaes (Zé Carioca)

Encantos do Cerrado...
Foto: José Dias Carvalhaes (Zé Carioca)
Participantes do Módulo Ecoturismo em Unidades de Conservação
Foto: Arquivo de Nébias Braulino

Um comentário:

  1. Apesar das minhas dificuldades de locomoção até o Parque Nacional das Emas devido transporte, estou aprendendo muito e está sendo muito prazeroso. Muito bom estar entre "amigos irmãos". E vocês Simone Mamede e Maristela Benides é muito recompensador aprender e estar junto à vocês.
    INSTITUTO MAMEDE Parabéns!

    ResponderExcluir